facebook youtube twitter

S Sociedade

Polícia Judiciária - Detenções

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Polícia Judiciária deteve dupla por roubo armado na via pública

Foram detidos pela Polícia judiciária dois homens indiciados pela prática de roubo com arma de fogo, em Valongo

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve dois homens, de 26 e 36 anos, ambos sem ocupação laboral, pela presumível autoria de crime de roubo agravado, ocorrido no dia 24 de agosto do corrente ano, na via pública, em Sobrado, Valongo.

Os suspeitos, cerca das 02:00 horas, abordaram numa via pública dois jovens que pretendiam consumir drogas leves naquele local e, sob coação e ameaça com arma de fogo, apoderaram-se dos bens e valores que possuíam no momento.

Das diligências efetuadas constatou-se que o local onde os factos ocorreram é frequentado por diversos jovens consumidores de drogas, vindo os suspeitos, através de um esquema ardiloso que consistia em, alegadamente, encaminhar os jovens para um fornecedor de estupefaciente, a apropriar-se, sob ameaça de uso de violência, dos valores que eles detinham.

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

 

Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, 12 de outubro de 2017

                                                                                                   

                                

 “Operação Asclépio”

Foram efetuadas quatro detenções por suspeitas de corrupção envolvendo organismos do Sistema Regional de Saúde dos Açores.

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, no âmbito de um inquérito dirigido pela Secção de Ponta Delgada do DIAP dos Açores, cuja investigação se iniciou em 2015, deteve quatro homens e constituiu outros dois como arguidos, por suspeitas da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva e associação criminosa.

No decurso da operação, que ocorreu nas ilhas de São Miguel e Terceira, foram realizadas vinte e cinco buscas, entre domiciliárias e não domiciliárias, tendo estado envolvido todo o efetivo de inspetores deste DIC, dois inspetores da UNC3T e cinco magistrados.

Foram apreendidos diversos equipamentos informáticos e de comunicações, bem como acervo documental com interesse probatório, relacionado com a prática das atividades criminosas em investigação.

Estão, sobretudo, em causa práticas ilícitas que visavam obter posições indevidas de privilégio na realização de contratos de fornecimento de bens a organismos prestadores de serviços de saúde, a troco de contrapartidas pecuniárias e outras, lesivas do interesse público.

Com ligações profissionais às áreas médica, de gestão e comercial, de idades compreendidas entre os 46 e os 57 anos, os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial com vista à aplicação de medidas coativas tidas por adequadas.

 

   Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, 12 de outubro de 2017

Polícia Judiciária efetua detenção por homicídio

Os factos foram praticados junto ao cais fluvial da Transtejo, em Porto Brandão

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, identificou e deteve um homem, com 19 anos de idade, por sobre ele recaírem fortes indícios da prática do crime de homicídio qualificado.

Os factos ocorreram no passado mês de fevereiro, na zona de Porto Brandão - Trafaria, quando o autor, na sequência de uma desavença envolvendo alguns familiares, empurrou propositadamente a vítima, um outro homem, com 61 anos de idade, do paredão para as rochas, com a maré vazia, junto ao cais fluvial da Transtejo, numa queda de, aproximadamente, quatro metros de altura.

Os ferimentos graves sofridos levaram à morte imediata da vítima.

O detido será hoje presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação processual tidas por adequadas.

 

Departamento de Investigação Criminal de Portimão, 12 de outubro de 2017

Polícia Judiciária detém homem pelo crime de pornografia de menores

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Portimão, identificou e deteve um homem pela presumível prática de um crime de pornografia de menores agravado.

O detido fazia parte de uma rede social que se dedicava à cópia e partilha de ficheiros com imagens e vídeos relativos a pornografia infantil.

O suspeito, com 75 anos de idade, irá ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

 

pj

 

 

Fonte: Polícia Judiciária

Email:

geral@distritonline.pt / publicidade@distritonline.pt

Telefone:

916 797 042

Google Bottom