facebook youtube twitter

E Economia

57% dos consumidores esperam poupar nos próximos meses

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cetelem logo

De acordo com os resultados do estudo do Observador Cetelem, os portugueses não querem alterar os seus hábitos de poupança. Assiste-se, inclusivamente, entre os consumidores nacionais a uma maior vontade para poupar. Entre os motivos mencionados para a decisão de evitar abrir os cordões à bolsa, 79% dos inquiridos assumem a necessidade de reduzir despesas devido às limitações financeiras.

cetelem

Apesar da confiança dos consumidores portugueses atingir máximos de uma década, estes não parecem pretender alterar a sua estratégia de maior poupança. Quando comparados com os seus congéneres europeus, os consumidores nacionais são mesmo os que mais manifestam a necessidade de poupar. Entre os inquiridos pelo Observador Cetelem Consumo 2017, 57% dos portugueses garantem ter atenção aos gastos, mais 4% do que o expresso em 2016. Este é um valor que fica bem acima da média global do estudo, que não ultrapassa os 41% (menos 1% que em 2016).

Questionados sobre os motivos que levam à decisão de conter gastos, 79% dos inquiridos portugueses referem a necessidade de limitar despesas, enquanto a vontade de poupar é mencionada por 67%, a mesma percentagem daqueles que assumem a preocupação com o futuro como um inibidor dos seus gastos.

Sobre as suas despesas em geral, 42% dos portugueses indicam as limitações financeiras como o principal motivo para gastar menos. Segundo o estudo, 54% dos portugueses inquiridos assumem consumir normalmente, mas, ainda assim, sempre com a devida atenção à carteira, para evitar excessos.

Ainda que a poupança seja palavra de ordem para a generalidade dos consumidores, 33% dos portugueses admitem que as despesas em 2017 estão a aumentar face a 2016, mais 2% que o mencionado no ano transato. No entanto, este é um valor bem abaixo da média global do estudo, 46%, média, essa, que cresce 6 pontos percentuais face a 2016.

Para ter acesso ao documento na integra, descarregue em: https://goo.gl/UQ4egC.

O Observador Cetelem Consumo na Europa: Novos Caminhos para a Confiança 2017 foi realizado em 15 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Espanha, França, Hungria, Itália, Polónia, Portugal, República Checa, Roménia, Reino Unido e Eslováquia; 800 Inquiridos por país, exceto em França onde foram inquiridos 1 000 indivíduos. O inquérito qualitativo foi realizado em dezembro pela Kantar TNS junto de 20 convidados para falarem durante 8 dias (de 5 a 12 de dezembro de 2016) num fórum online.

Este estudo foca uma questão crucial: A confiança gera crescimento ou o crescimento convida à confiança? A sua análise faz-se sob quatro grandes premissas: a) componente pessoal e o país b) confiança interpessoal; c) institucional; d) económica.

Sobre o Cetelem e o BNP Paribas Personal Finance

Pertencendo ao Grupo BNP Paribas, o BNP Paribas Personal Finance é especialista no financiamento a particulares. Com cerca de 20.000 colaboradores, em 28 países e 4 continentes, o BNP Paribas Personal Finance é Nº1 em França e na Europa. Exercendo a sua atividade sob a marca comercial Cetelem, disponibiliza uma gama completa de crédito a particulares intermediada através de parceiros do Retalho especializado, concessionários automóvel e também diretamente aos clientes.

O BNP Paribas Personal Finance é parceiro de referência das principais insígnias do comércio, dos serviços, da banca e das companhias de seguros, entidades às quais aporta o seu know-how, propondo o tipo de crédito e de serviço mais adaptado à atividade e estratégia comercial dos seus parceiros. É, também, ator de referência em matéria de concessão de Crédito Responsável. 

Em Portugal está presente desde 1993. Em 2010, a fusão com o Credifin deu origem ao nascimento do Banco BNP Paribas Personal Finance, S.A., que opera sob a marca comercial Cetelem, conta com cerca de 600 colaboradores e é uma referência no mercado de crédito a particulares.

 

Fonte: Atrevia

 

 

Email:

geral@distritonline.pt / publicidade@distritonline.pt

Telefone:

916 797 042

Google Bottom